Horas depois da reabertura das aulas, Talibã fecha escolas para meninas no Afeganistão



Nesta quarta-feira, 23, no dia em que as meninas afegãs finalmente retornariam às aulas, depois de sete meses de novo governo, o Talibã anunciou o fechamento das escolas, mandando todas as adolescentes de volta para casa, que, em lágrimas, empacotaram seus pertences e saíram.


"Vejo minhas estudantes chorando e reticentes em deixar a aula", conta uma professora de Cabul ao jornal RFI. Ainda, Inamullah Samangani, porta-voz do talibã, afirmou que não estava autorizado a comentar sobre o fato. As escolas chegaram a ficar abertas por algumas horas.


Em todos esses meses, as mulheres e meninas foram especialmente afetadas com tantas restrições, exclusões e controle por parte do talibã, e seu futuro, no país, é incerto. A cada novo dia, o atraso no ano das meninas só cresce. Além do mais, o número de professores que fugiram do país é enorme, e as professoras que ainda se encontram no Afeganistão, além de não poderem trabalhar, não devem se arriscar.


Ore conosco pelas meninas e mulheres afegãs, para que consigam a oportunidade de estudar e trabalhar novamente!

5 views0 comments